God bless you !

sábado, abril 30, 2011

Sobre os gestos

Os gestos desvendam os sentimentos?. Li um livro que fala exatamente sobre isso.
Não sei se todos concordam, mas através dos gestos muitas vezes "capturamos" algo, e para decifrar um pouco disso, vou descrever aqui algumas das expressões e comunicações corporais.

Cruzar os braços na frente do corpo durante conversa
Indica um bloqueio, como se o indivíduo estivesse se fechando, se protegendo e resguardando, as vezes discordando de alguém. Em algumas situações, significa medo, timidez, descaso, falta de envolvimento ou sentimento de superioridade. De uma forma geral, demonstra uma posição defensiva.

Fechar as mãos
Trata-se de uma atitude hostil. Se os braços estiverem cruzados, pior ainda, sinaliza uma postura defensiva - como se a pessoa, se sentindo demasiadamente incomodada ou ameaçada, estivesse planejando um ataque.

Colocar as mãos nos bolsos de trás da calça
Provavelmente quem faz isso está sem argumento e necessita descontrair, buscando uma muleta externa, um amparo, algo que a ajude a encontrar uma saída. Pode indicar a necessidade de se rebelar, mas sem que tenha encontrado ainda uma forma de como proceder.

Entrelaçar as mãos
Significa que o indivíduo aceita o que estão lhe falando, que seu coração está aberto.

Bater os dedos na mesa
Esse "batuque" traz à tona impaciência, falta de concentração ou dispersão. Mostra que o assunto em questão é entediante ou não está agradando.

Roer as unhas
Insegurança, baixa auto-estima, subserviência, comportamento auto-destrutivo, medo de errar ou não ser aceito, preocupação excessiva com a opinião dos outros. O mau hábito revela, ainda, que há traumas guardados no inconsciente, possivelmente ocorridos na infância.

Posicionar as mãos atrás da cabeça
Hábito típico de quem se sente confiante e superior.

Fazer movimentos vagarosos com as mãos ou o corpo
O gesto é característico de estrategistas e planejadores, É como se a pessoa estivesse se acalmando, controlando as emoções e colocando as idéias em ordem, antes de atacar.

Coçar o nariz repetidas vezes
Quando movimento repetido exprime impaciência, incômodo, mal-estar ou uma mania. O ato, então, pode indicar irritação e desagrado com o ambiente ao redor.

Esfregar os olhos
Afastadas causas físicas e doenças, denota cansaço, sono, tédio ou baixa concentração.

Morder os lábios
Nervosismo, raiva reprimida, auto-punição, culpa ou sensação de impotência diante de um problema que não consegue resolver.

Arrancar fios de cabelo
Ocorre em pessoas inseguras ou perfeccionistas. Pode ser uma válvula de escape de tensão ou, nos casos graves, um tique nervoso, um sintoma de doença psíquica (como o Transtorno Obsessivo Compulsivo).

Desviar o olhar para baixo
Sugere dificuldade de assumir as responsabilidades, medo de crescer, timidez, insegurança. E ainda busca de auxílio e pedido de proteção - como se a pessoa quisesse voltar para o útero materno, daí o olhar para o ventre.

Desviar o olhar para o lado
É como se você dissesse: "dê-me um tempo!". Quer dizer, indica que está sob pressão, insegura, sem conseguir encarar o interlocutor, em busca de algum "apoio".

Desviar o olhar para cima
Quando o indivíduo muda o foco dá a entender que está atrás de uma saída, impelido a fugir de determinada situação. O olhar para cima especificamente exprime um apelo interno de obter ajuda "divina", como "Deus, me socorra!".

Olhar para a boca do interlocutor 
Se existe intenção amorosa, é um gesto de sedução. Ou, então, dificuldade para compreender o que o outro fala.

Cruzar as pernas
Pode expressar uma postura nervosa, reservada ou defensiva. Em geral, é um gesto de apoio. Se a pessoa cruza as pernas e a prende, sinal de que é perspicaz, obstinada, do tipo que se mantém dura e firme enquanto argumenta e debate.

Ficar muito parado, quase imóvel
Quem mantém o corpo imóvel quer parecer transparente, sem ser notado. Pode estar ouvindo ou arquitetando algo silenciosamente, ou apenas se mantendo cauteloso diante de uma situação.

Tom de voz alto
É típico de quem procura, mesmo sem querer, chamar a atenção de todos à sua volta. Em geral, essa atitude está associada a pessoas imaturas e inseguras. Quem fala alto demais, quase gritando, costuma ser controlador e autoritário.

Fala mansa
Pode estar associada a tristeza e alguma raiva escondida. Em geral, a pessoa se acha desinteressante e pouco importante.

Se você concorda ou discorda, que os gestos podem desvendar sentimentos, apresente nos comentários, o porque do "sim", ou o porque do "não".

1 comentários:

Brunno Ramponi disse...

Hihi, pior que é mesmo, sempre que as pessoas fazem um gesto querem dizer algo, engraçado, não?

© 2011 Its Ketylin, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena